Clube do Livro do Fim da Vida

Enfrentar a morte com a leitura de livros, muita dignidade e o apoio da família. É assim que Mary Anne, 75 anos, enfrenta o diagnóstico do câncer do pâncreas e a certeza de poucos meses de vida.

O filho Will Schwalbe a acompanha as sessões de quimioterapia onde ocorrem discussões sobre as leituras feitas pela dupla.

Quem lê o livro acompanha a trajetória de uma mulher que trabalhou em Harvard, participou de ações comunitárias em várias partes do mundo e ao fim da vida ainda arruma tempo para ajudar a angariar fundos para a construção de uma biblioteca no Afeganistão.

Ela e o filho escolhem livros que são clássicos da literatura de ontem e de hoje. Os dois fazem a leitura ao mesmo tempo, marcam os pontos que lhes chamam a atenção e durante a troca de impressões passam lições de vida para o leitor.

Mary Anne e Will resolvem fazer um blog para informar aos amigos sobre sua saúde. Ela também se identifica com o ator Patrick Swayze, que na época foi diagnosticado com câncer, e concede uma entrevista realista a imprensa. O protagonista de Ghost morre em 2009, com 57 anos, após sofrer dois anos com a doença.

Mãe e filho mostram também as dores causadas pelo câncer. O definhar lento do ser humano, as dores, a falta de apetite, a queda do cabelo. Mesmo assim, Mary Anne tem forças e faz questão de passar muito tempo ao lado dos filhos, netos, amigos e livros.

Ela morre em casa rodeada pela família e pelos livros, em paz consigo mesmo. A obra, uma homenagem do filho a mãe é uma verdadeira história de amor.