Loney um Livro Gótico de Pouco Mistério

  • 19:55
  • 16 outubro 2016

  • Eu li esta semana "Loney", de Andrew Michael Hurley, e esperava ficar super entusiasmada pelo livro, mas infelizmente não fiquei meus amigos. Mas, apesar de tudo, gostei do livro.
    Eu esperava um livro cheio de mistério, mas é uma obra que discute os dramas do ser humano diante da religião e a fé. Então, se você for ler sem esta expectativa com certeza você vai gostar da obra.
    No entanto, não pense que larguei o livro. A escrita é boa e você se prende a ela e fica esperando o momento que algum mistério vai aparecer. O autor até provoca em você sentimentos de suspense, mas eles somem e viram apenas um fato corriqueiro da narrativa.
    Quando estava ficando cansada da leitura porque a história não deslanchava, percebi que estava no final do livro. Conclusão???? O autor sabe prender o leitor.


    Afinal, do que se trata "Loney" ou "Santuário" como foi chamado em Portugal?? O livro começa com o encontro dos restos mortais de um bebê em uma praia em Loney, na costa inglesa.
    A descoberta leva Smith de volta ao passado, 40 anos antes. Ele relembra quando sua mãe arrastou toda a família, o padre e alguns amigos para passar a Páscoa no lugar, porque ela achava que ali o seu filho Andrew ficaria curado. O menino não fala e tem problemas de aprendizagem.
    Logo no começo do livro, você descobre que Andrew adulto se tornou um pastor, é casado e pai de duas filhas. Então, a mãe dele estava certa? Teve um milagre em Loney?
    A narrativa vai mostrar os acontecimentos que causaram a morte do bebê, os personagens que moram em Loney, enfim como todos se relacionam com a religião e a fé. O cenário é frio, úmido, assombrado e sobrenatural.
    Os personagens são bens construídos, você vai ficar irritada com a mãe de Andrew que quer dominar tudo e todos com sua fé cega e radical.
    Andrew é um amor de menino. Impossível não se apaixonar por ele. O irmão caçula é Smith , narrador do livro, que procura proteger Andrew de todos os acontecimentos e o amor entre eles é um exemplo de vida.

    Quem é o autor?
    "Loney" é o primeiro romance de Andrew Michael Hurley que também já publicou duas coletâneas de contos na Inglaterra. Ele é professor de Literatura Inglesa e lançou originalmente apenas 300 exemplares de "Loney", depois de receber vários nãos de editores a quem ele havia enviado o manuscrito
    A tiragem inicial foi um sucesso de público e chamou a atenção de John Murray um editor que fez a segunda fornada do livro que ganhou o mundo e recebeu elogios de Stephen King, o rei do místério.
    "Loney" é considerado um romance gótico. Bora ler???

    Tecnologia do Blogger.