Dica para manter o casamento: aceite o hobby do marido

  • 14:41
  • 23 abril 2017

  • Eu confesso que não é fácil aceitar as manias do marido, principalmente para quem mora em um apartamento. Luiz Cláudio Alba ama colecionar vinis, mas onde guardá-los? Ele tem cerca de 500 discos e volta e meia ganha mais alguns ou compra. Quase surtei quando ele apareceu com dois discos no valor de R$ 50 cada um. No início disse que havia trocado, mas depois assumiu a compra.
    E tem o ditado, se você não pode com ele, junte-se a ele. Foi o que eu fiz. Afinal, são quase 30 anos juntos. Além do mais, quando comecei a ouvir os bolachões no final de semana, voltei no tempo e hoje sou a primeira a pedir a sessão musical especial. Nada como curtir o momento a dois no som do vinil.


    Agora, Luiz Claudio Alba, jornalista de primeira, explica porque ama os vinis

    "O som é um pouco diferente. O barulho da agulha raspando no começo da música provoca nostalgia. Até virar o disco para tocar o lado B é gostoso. Além do mais, as músicas eram melhores".

    Preferidos
    "Os temas de novela estão no meu coração. O preferido é "Água Viva" por causa da música Love I Need, do Jimmy Cliff. Na época, minha avó Encarnação ficou sabendo que eu gostava e me deu o disco de presente. Guardo até hoje."

    Comprar discos
    "Eu compro discos até hoje, mas depois da bronca faço a encomenda se o preço for acessível e o vinil estiver  em bom estado. Já cheguei a pagar R$ 100 reais por dois discos, mas é porque eu queria muito. Comprei escondido da minha mulher." (Agora eu sei)


    Conservação
    "O vinil tem que ficar sempre com a capa interna e a capa externa deve estar dentro do plástico. Sempre deixar um atrás do outro e nunca um em cima do outro"

    Quando ouvir
    "Ouço semanalmente,  porque ouvir todo dia não tem graça. Tem que ouvir curtindo e  revivendo os bons momentos"

    Tecnologia do Blogger.